Os vidros são um importante material de construção e de amplo uso na área de construção civil. São comumente utilizados em fachadas, coberturas, pisos, divisórias, portas, janelas, escadas e paredes, além de serem usados como elemento de segurança em guarda-corpos.

O vidro proporciona muita interação entre ambientes e garante amplitude, leveza e visibilidade. Atualmente, há inúmeros tipos de vidros existentes no mercado, e alguns deles serão destacados neste artigo: o Vidro Colorido (Termo absorvente), Vidro Termo refletor, Vidro Duplo ou Termo Acústico, Vidro Fantasia, Vidro Comum ou Vidro Plano, e os Vidros de Segurança (Vidro Temperado, Laminado e Aramado).

O Vidro Colorido, ou Termo Absorvente, é obtido a partir da introdução de óxidos metálicos na massa do vidro e possui funções estéticas e de redução do consumo de energia (redução da transmissão solar e aumento da absorção do vidro). Muito apropriado para locais quentes, uma vez que este tipo de vidro irá reduzir a quantidade de calor absorvida pelo ambiente, reduzindo assim os investimentos na aquisição de sistemas de ar condicionado.

O Vidro Termo refletor é obtido a partir da aplicação superficial de camada de metal ou óxido metálico e também é muito utilizado a fim de se reduzir o consumo de energia elétrica de uma construção (iluminação e refrigeração). A existência de uma camada óxida em uma das faces do vidro, faz com que o grau de reflexão seja mais acentuado e com que a visão do lado mais iluminado em direção ao menos iluminado seja diretamente proporcional à quantidade de luz incidente. Dessa forma, a pessoa que está no interior de um ambiente iluminado pelo Sol tem uma visão nítida do que está acontecendo do lado de fora, mas uma pessoa do lado de fora não terá essa mesma visibilidade em função do “efeito espelho”.

O Vidro Duplo, ou Termo Acústico, pode fornecer um maior conforto térmico e acústico, a depender de sua composição. O Isolamento térmico ocorre a partir da formação de uma câmara de ar entre as placas de vidro, que atuará como um isolante para o calor advindo do ambiente externo. Já o Isolamento acústico pode ser promovido a partir da utilização de vidros com diferentes massas (espessuras distintas), o que facilitará a quebra da onda sonora durante a passagem de um meio para o outro.

O Vidro Fantasia possui a mesma composição do vidro comum ou float e é muito utilizado em locais onde se almeja ter uma boa luminosidade, mas sem perda de privacidade, uma vez que um lado do produto final é liso e o outro apresenta um padrão de textura. É indicado para portas, janelas, box de banheiro, em divisórias, etc.

De acordo com o processo de fabricação, os vidros podem ser classificados em vidros comuns ou de segurança. O Vidro Comum é o vidro há mais tempo no mercado e o que possui o processo de fabricação mais simples. Ele é transparente, liso, duro e impermeável. Apresenta uma baixa resistência mecânica e ao se quebrar, se fragmenta em pedaços grandes, pontiagudos e cortantes, comprometendo a segurança e podendo causar acidentes.

Em função disso, a NBR 7199 determina o uso obrigatório de vidros de segurança em vidraças externas sem proteção, vitrines, sacadas e parapeitos, e vidraças verticais sobre passagens. O Vidro Temperado, por exemplo, é considerado um vidro de segurança, pois quando fraturado se fragmenta em pequenos pedaços, com arestas menos cortantes que o vidro comum. Sua principal característica é a resistência. Resiste ao choque térmico, flexão, flambagem, torção e peso. O mesmo tem resistência mecânica cerca de quatro a cinco vezes superior à do vidro comum. Entretanto, depois de acabado, não permite novos processamentos de cortes, furos ou recortes. Até mesmo opacificações podem reduzir a resistência do material.

Os vidros Laminado e Aramado são outros exemplos de vidros de segurança. O Vidro Laminado é bastante resistente a impactos e punções – vidros blindados, resistentes a bala, para brisa de locomotivas, aeronaves, joalherias. Ele é composto por uma ou mais lâminas de vidro, que são interpostas por camadas de PVB (polivinil butiral) fortemente ligadas entre si. Quando fraturado, os fragmentos permanecem ligados ao PVB.

Já o Vidro Aramado é resistente ao fogo e não estilhaça quando quebrado, uma vez que as partículas permanecem presas à malha metálica quadrada que foi inserida no vidro durante o processo de fabricação do mesmo. Muito utilizado em portas corta fogo e passagens para saída de incêndio.

Conheça o nosso curso de Levantamento de Materiais. Clique na Imagem a seguir

ESCRITO POR:

Principais tipos de Vidros